Os vereadores da oposição na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) voltaram a cobrar que a Prefeitura Municipal de João Pessoa trouxesse respostas sobre a comissão de investigação que ela montaria para apurar os indícios de corrupção na execução da obra que revitalizou a Lagoa e a transformou em parque.

O primeiro a falar foi o líder da oposição, Léo Bezerra, na tribuna da Casa Napoleão Laureano.

“Mais de 8 meses de encaminhamento de um requerimento, pedindo um relatório. Será que em 8 meses não daria para ser entregue este relatório? E se não está concluso, me entregue do jeito que está. A população de João Pessoa quer saber e merece saber o que aconteceu na obra [da Lagoa]. Escutamos a Polícia Federal, escutamos a CGU e agora chegou a grande vez do prefeito de João Pessoa [Luciano Cartaxo dizer o que aconteceu com a obra”, afirmou.

A fala do vereador Léo Bezerra foi reforçada por Tibério Limeira e Bruno Farias, ambos da oposição, que falaram na sequência.

Entenda

Em agosto do ano passado, assim que a Operação Irerês comandada pela Polícia Federal (PF) estourou, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) anunciou uma comissão interna para apurar os indícios de corrupção na obra da lagoa, apontados por relatórios e perícias da Controladoria Geral da União e da PF.

Entretanto, até o presente momento, não há nenhuma informação oficial sobre a comissão.

Camara Municipal