- Publicidade -
Política

Vereadores de Bayeux aprovam mais um pedido de cassação de Berg Lima

Os vereadores de Bayeux aprovaram mais um pedido de cassação do prefeito afastado da cidade, Berg Lima. Dos 17 parlamentares, apenas uma vereadora não compareceu à votação.

- Continua depois da publicidade -

A Comissão Parlamentar Processante que vai apurar a denúncia será formada por Jeferson Kita, França e Dedeta. (PDT) membro. A denúncia investigada foi feita poer um empresário do município, que acusa Berg Lima de cobrar propina para liberar pagamento ao empresário. As informações são do blog de Anderson Soares.

Defesa contesta

O advogado do prefeito afastado Berg Lima, Raoni Vita, afirma que a defesa do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima, irá provar que não houve nenhum ato ilícito cometido à Justiça. Raoni declarou que os envolvidos teriam uma relação pessoal e o vídeo divulgado, nas redes sociais foram editados, não demostra nenhuma ilegalidade na ação de Berg.

A segurança da defesa deve ao fato do parecer da Sub-procuradoria Geral da República, no Superior Tribunal de Justiça, ter opinado pela revogação da prisão do prefeito afastado Berg Lima e sua consequente volta à Prefeitura de Bayeux.

 

“Quem tem que provar é quem acusa. Os vídeos divulgados nas redes sociais, além dele estar cortado, o vídeo não demonstra qualquer exigência. A acusação que existe contra Berg é de exigir algo e receber um benefício ilegal e no vídeo não há nenhuma exigência. Existia uma relação pessoal entre os dois interlocutores e isso será provado na justiça. Aquele ato foi extremamente lícito”, relatou.

O advogado de defesa de Berg, afirmou que a defesa está confiante em seus argumentos e na inocência do prefeito afastado.

“Os argumento colocados no processo da Câmara, são basicamente os mesmos do processo criminal. A defesa está completamente confiante quanto ao mérito, existem provas robustas que o prefeito não cometeu qualquer ilicitude. A abertura ainda será apresentada em um momento oportuno. Ainda serão ouvidas as testemunhas e coletadas as provas. Há uma série de requisitos que precisam ser adotados e nós estamos confiantes. No final será comprovada a inocência criminal de Berg, como também na Câmara Municipal”, explicou.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar