Vereadora diz que leão da Bica morreu de fome; diretor rechaça maus tratos

Com a notícia da morte do leão Sadan, do Parque Arruda Câmara (Bica), nesta quinta-feira (08), a vereadora Raíssa Lacerda (PSD), acusou maus tratos e disse que o animal morreu de fome.

Raíssa conclamou as ONGs defensoras dos animais e ativistas para interferir no local.

Publicidade
ALPB

“Morreu passando fome, queremos atenção do prefeito, são animais, são vidas e a falta de cuidado e zelo do município, onde o prefeito deixou tudo ao Deus dará, inclusive a bica. É uma tristeza saber que a elefoa morreu, sabendo que já tinham morrido o leão e a leoa de fome”, disse.

O diretor da Bica, Jair Azevedo, afirmou que as declarações da parlamentar são absurdas. Ele reafirmou que o leão morreu de velhice e que os demais animais estão extremamente saudáveis.

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) está investigando o “tratamento inadequado de animais” no Parque Zoobotânico Arruda Câmara, mais conhecido como Bica, no bairro Tambiá, em João Pessoa. O procedimento foi aberto pelo promotor de Justiça José Farias de Souza Filho, 1º promotor do Meio Ambiente de João Pessoa.

O procedimento foi aberto antes da morte do leão, explicou o promotor, inclusive, apura as condições da elefanta Lady e todos os demais animais. Segundo o promotor, o ambiente que foi construído para acomodar a elefanta não ficou adequado, por isso o caso está sendo apurado. Lady chegou à Bica em 2013.

“Não é em relação aos leões, é em relação à Bica, à toda a área e todos os animais, não é especificamente um animal”, explicou o promotor José Farias.

Segundo o representante do MP, o procedimento preparatório pode resultar em termo de ajustamento de conduta, interdição, processo penal, ação civil pública contra o Município. “Só no final da apuração é que a gente sabe o que vai resultar”, disse o promotor.

O leão Sadan, que vivia na Bica, faleceu na última segunda-feira (07), mas a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) só divulgou o ocorrido nesta quinta-feira (08).

O leão tinha mais de 20 anos e sofria de problemas nos rins, de acordo com informações da administração da Bica. Ele era uma das principais atrações da Bica e convivia no mesmo espaço que a leoa Leona, uma jaula não muito ampla para os dois animais.

A fêmea tem nove anos e, com a morte de Sadan, agora a administração da Bica já entrou em contato com outros zoológicos em busca de outro macho. Informações do Paraíba.com.br.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]