Vereadora de JP denuncia falta de médicos das Unidades de Saúde da Família; PMJP confirma desfalque

A vereadora Raíssa Lacerda (PSD) denunciou, nesta terça-feira (18), na tribuna da Câmara Municipal, a falta de médicos nas Unidades de Saúde da Família (USF) de João Pessoa.

A vereadora visitou vários bairros e comunidades no final de semana e constatou a ausência desses profissionais em locais como o Cangote do Urubu (Cristo Redentor), Bola na Rede e Cabral Batista (Bairro dos Novais), Porto do Capim (Varadouro), Padre Hildo Bandeira (Torre), Bairro São José e Bairro das Indústrias, onde visitou dois assentamentos.

Publicidade
ALPB

“Fui até o Róger e para minha surpresa vi que estava faltando médico no PSF há seis meses”, contou.

Durante a sessão desta terça-feira, a parlamentar disse que, durante as visitas, verificou também a falta de medicamentos. “Tá faltando até dipirona, que custa R$ 2 reais”, acusou.

Moradores de várias comunidades que assistiam à sessão no plenário da Casa de Napoleão Laureano aplaudiram e apoiaram a vereadora por defender a saúde pública, principalmente nos bairros mais humildes.

Desde 2016 a vereadora Raíssa Lacerda vem apontando os problemas na área da saúde, mesmo quando era da base governista. “Então ninguém pode dizer que eu mudei meu discurso, sempre reclamei quando aliada e, agora, continuo no meu perfil”, disse Raíssa.

Segundo a vereadora, a alegação da prefeitura de que não há médicos interessados em trabalhar nas unidades de saúde “é conversa para boi dormir”.

Em aparte, o vereador Marcos Henriques reforçou a denúncia de Raíssa, cobrou providências urgentes e lembrou que a oposição visitou alguns PSFs e constatou a falta de medicamentos.

O líder do governo, Milanez Neto, confirmou a falta de 15 médicos no município, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]