Publicidade
Política

Vereador denuncia quebra de acordo motivada por influência de Cartaxo na CMJP

O vereador Marcos Henriques, líder da oposição na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), denunciou a quebra de acordo na escolha das presidências das comissões permanentes da Casa, o que teria sido influenciado pelo prefeito Luciano Cartaxo.

- Continua depois da publicidade -

A oposição pretendia presidir as comissões de Orçamento e de Constituição e Justiça no segundo biênio, conforme acordo firmado quando da antecipação da eleição da segunda mesa diretora. Os nomes indicados seriam os de Tibério, para o Orçamento, e Tanilson, para a CCJ.

“Em 2016, o acordo foi feito para os dois biênios. Tanto para as mesas como para as comissões. Esse acordo foi quebrado, surpreendentemente, onde nós percebemos de maneira muito clara uma ingerência do executivo sobre o legislativo”, declarou o vereador.

Segundo ele, o acordo previa que, no primeiro biênio, a oposição ficaria com a comissão de políticas públicas e de direitos humanos e a situação com a CCJ e a comissão de orçamento, e, no segundo biênio, seria invertido.

“Eu fico triste quando a gente percebe a gestão interferindo diretamente no legislativo. São poderes autônomos. Nós temos muito a lamentar sobre esse fato. Mas vamos continuar fazendo nossa oposição. Uma oposição firme, responsável e coerente”, disse.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar