Vereador critica Título de Cidadão Pessoense a Bolsonaro: “daria persona non grata”

Aprovação do início do governo Bolsonaro fica bem abaixo do de Lula e Dilma, revela pesquisa

O Título de Cidadão Pessoense para o presidente Jair Bolsonaro (PSL) entrou em pauta novamente na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) nesta quarta-feira (20). Junto com o tema vieram discursos acalorados dos parlamentares. Um dos mais incisivos foi o do líder da oposição, Marcos Henriques (PT), que criticou o “entreguismo” do presidente aos Estados Unidos, além de seus malefícios aos trabalhadores.

O petista criticou as ações do presidente nos Estados Unidos, citando a concessão da dispensa de visto para os americanos entrarem no Brasil e o ato de ceder a Base de Alcântara para as forças americanas. Além disso, ressaltou a reforma da Previdência, que para ele, não traz benefícios para os trabalhadores brasileiros. “Ele foi eleito a base de fake news”, destacou o vereador.

Após elencar, para ele, ações negativas do presidente, Marcos Henriques citou o título que daria a Bolsonaro. “E aí vem para nosso município para receber um título. Eu queria dar um título para ele, de persona non grata aqui no nosso município. Esse é o título que ele merece”, afirmou o vereador.

Comente