Vereador aproveita luto em Sapé por morte de Johnny e se autodeclara presidente da Câmara

A história é bizarra, mas é verdadeira. Ainda vivendo o clima de luto que se abateu à cidade de Sapé, após a morte trágica do ex-presidente Johnny Rocha, o vereador Luís Ribeiro (Luisinho) reuniu oito parlamentares e se autoproclamou o novo presidente da Câmara Municipal. Mesmo sem eleição, sem inscrição de chapas e na calada da noite. O presidente em exercício Wilson Cavalcanti, que era vice-presidente antes do passamento do ex-presidente, decretou 15 dias de luto e, por tabela, a suspensão de todas às atividades do Legislativo Municipal.

O vereador Luisinho foi além da autoproclamação. Ele trocou todas as fechaduras das portas da Câmara Municipal, e revogou o luto oficial de 15 dias pela morte do ex-presidente da Casa, Johnny Rocha.

O vereador Luisinho é o mesmo que se autoproclamou, de uma outra vez, presidente da Câmara Municipal de Sapé numa eleição que ele obteve sete votos contra oito de Johnny Rocha.

O atual e legitimo presidente da Casa Augusto dos Anjos, o vereador Wilson Cavalcanti através de sua assessoria jurídica já entrou com um mandato de segurança para restabelecer a verdade dos fatos e direito dos demais vereadores de lançarem candidatura. “Com a morte do ex-presidente, todos os vereadores tem o direito, caso queiram, de lançar candidatura, não apenas o Luisinho. E quem tem que convocar essa eleição é o atual presidente, Wilson Cavalcanti”, esclareceu o advogado Marcos Souto Maior Filho.

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]