- Publicidade -
Política

Veneziano assina documento para convocar Guedes ao Senado para explicar fala sobre AI-5

Em entrevista recente, Guedes disse que chamar o povo às ruas para protestar pode desencadear um novo AI-5 por parte do governo

O senador paraibano Veneziano Vital do Rêgo (PSB) e outros membros da oposição entraram com convocatória nesta segunda-feira (2) para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, preste esclarecimentos acerca de sua fala em favor do AI-5 em tom de ameaça.

- Continua depois da publicidade -

Em entrevista recente, Guedes disse que chamar o povo às ruas para protestar pode desencadear um novo AI-5 por parte do governo. “Não se assustem então se alguém pedir o AI-5. Já não aconteceu uma vez? Ou foi diferente? Levando o povo pra rua pra quebrar tudo. Isso é estúpido, é burro, não está à altura da nossa tradição democrática. Chamar povo pra rua é de uma irresponsabilidade. Chamar o povo pra rua pra dizer que tem o poder, pra tomar. Tomar como? Aí o filho do presidente fala em AI-5, aí todo mundo assusta, fala o que é?…”.

Os senadores afirmam que “são graves e extremamente perigosas as declarações dadas pelo ministro da Economia do Brasil, em entrevista no exterior”. Caso o pedido seja aprovado, Guedes terá que participar de audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle (CTFC).

Assinaram o documento, além de Veneziano, os seguintes parlamentares: Humberto Costa (PT-PE), Jaques Wagner (PT-BA), Jean Paul Prates (PT-RN), Paulo Paim (PT-RS), Paulo Rocha (PT-PA) e Rogério Carvalho (PT-SE), Randolfe Rodrigues (REDE-AP), Zenaide Maia (PROS-RN), Fabiano Contarato (REDE-ES).

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar