Velório de Gugu será aberto ao público na Alesp; São Paulo decreta luto de três dias

O velório do corpo do apresentador será aberto ao público, na Assembleia Legislativa de São Paulo, em data ainda a ser definida – isso depende dos trâmites legais para liberação do corpo nos Estados Unidos, onde ele faleceu, mas a previsão é que chegue ao Brasil na quinta-feira 28.

A demora no traslado se deve ao fato de que Gugu expressou o desejo de ser doador de órgãos. O corpo só poderá ser transportado após os procedimentos – que devem beneficiar 50 pessoas, de acordo com informações da equipe médica. O apresentador, que morreu após um acidente doméstico – caiu do telhado da sua residência, em Orlando na quarta-feira 20 -, será enterrado no Cemitério do Morumbi, zona oeste de São Paulo, onde já está sepultado seu pai.

Morte cerebral

De acordo com nota divulgada na noite de sexta-feira 22 pela assessoria de Gugu, os exames realizados no Orlando Health Medical constataram sangramento intracraniano depois que ele deu entrada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

O comunicador caiu de uma altura de 4 metros e bateu a cabeça. Devido à gravidade de seu quadro de saúde, os médicos optaram por não levar adiante nenhum procedimento cirúrgico. Foi constatada a ausência de atividade cerebral e a morte encefálica foi confirmada pelo neurocirurgião brasileiro Guilherme Lepski, convocado pela família. Informações da Veja.

Comente