UFPB testa neuroestimulação por corrente elétrica em pacientes com depressão

O Laboratório de Pesquisa em Cognição e Comportamento (Lapecc) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) está inscrevendo pacientes depressivos para tratamento experimental. Serão aceitas as inscrições de até 50 pacientes com idade entre 20 e 50 anos diagnosticados com depressão.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 30 de outubro, pelo email memoriasautobiograficas.lapecc@gmail.com. Os Interessados podem tirar dúvidas pelos telefones (83) 98819.4582/ 98767.3151. A informação é da professora Melyssa Cavalcanti Galdino, professora do Departamento de Psicologia.

Ela explicou que o tratamento será feito por meio de Estimulação Transcraniana por Corrente Direta (ETCC), um treinamento desenvolvido em sua pesquisa de Pós-Doutorado, no Programa de Psiquiatria e Saúde Mental (PROPSAM) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O estudo é supervisionado pelo psiquiatra Antônio Egídio Nardi e já foi aprovado pelo Comitê de Ética da UFPB. A professora Melyssa Cavalcanti conta que diversas pesquisas apontam que a ETCC pode auxiliar no tratamento de doenças neuropsiquiátricas, Acidente Vascular Cerebral (AVC), fibromialgia ou até mesmo dependências químicas.

O tratamento tem duração de cinco dias e os pacientes que queiram participar devem se submeter a alguns critérios rígidos de seleção por se tratar de um ensaio clínico. O candidato não pode estar em processo de terapia, ser paciente com depressão bipolar e ter sintomas psicóticos ou comorbidades com transtorno obsessivo compulsivo.