Publicidade
Cotidiano

UFPB é 12° instituição que mais produz pesquisas em Ciências Naturais na América do Sul

Universidade paraibana subiu seis posições em apenas um ano; levantamento é realizado pelo 'Nature Index'

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) subiu seis posições e é, agora, a 12° instituição na América do Sul que mais produz pesquisas na área das Ciências Naturais.

- Continua depois da publicidade -

De acordo com levantamento, realizado no período de dezembro de 2017 a novembro de 2018 pelo Nature Index, banco de dados da Nature, uma das revistas científicas mais importantes do mundo, a UFPB publicou 21 artigos e teve colaboração fracionada de 11,40 em papers de instituições parceiras, principalmente no campo das Ciências Físicas, seguido dos de Ciências da Vida e de Ciências da Terra e do Meio Ambiente.

No âmbito da UFPB, esta evolução no ranking deve-se a pesquisas desenvolvidas conjuntamente pelo Centro de Informática, Departamento de Sistemática e Ecologia, Departamento de Química, Departamento de Engenharia e Meio Ambiente, Departamento de Ciências Exatas e Departamento de Física. Das instituições e consórcios afiliados, o principal é o Instituto Nacional de Ciências dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).

Das colaborações, 69,53% foram em parceria com instituições internacionais e 30,47% com nacionais. Entre as dez estrangeiras, que correspondem a 163 coparticipações, destacam-se as com Research Institute for Astronomy and Astrophysics of Maragha, no Irã (2.67); Max Planck Society, na Alemanha (1.23) e University of Bío-Bío, no Chile (1.01).

Junto às dez nacionais, que representam 26 cooperações, sobressaem-se a Universidade Federal de Alagoas (1), Instituto Federal Fluminense (1) e Universidade Federal de Campina Grande (0.96).

Nature Index é um banco de dados de afiliações de autores e relações institucionais. O índice monitora as contribuições para artigos de pesquisa publicados em um grupo de periódicos de ciências naturais de alta qualidade, escolhidos por um grupo independente de pesquisadores.

As revistas incluídas no Nature Index representam menos de 1% dos periódicos que cobrem ciências naturais na Web of Science (base Clarivate Analytics), mas respondem por cerca de 30% do total de citações de periódicos de ciências naturais.

O Levantamento fornece contagens absoluta e fracionária de produtividade de publicação nos níveis institucional e nacional e, como tal, é um indicador de produção e colaboração de pesquisa global de alta qualidade. Os dados no Nature Index são atualizados regularmente, com os últimos 12 meses disponibilizados sob uma licença Creative Commons em natureindex.com. O banco de dados é compilado pela Springer Nature.

Há quatro métricas fornecidas pelo Nature Index, para acompanhar a produção e a colaboração da pesquisa: contagem de artigos, contagem fracionária, pontuação de colaboração e pontuação de colaboração multilateral.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar