A presença do Uber na Índia é um tanto conturbada, mas isso não impediu a companhia de desenvolver no país um aplicativo para Android bem mais leve que o convencional: o Uber Lite, como é chamado, tem menos de 5 MB de tamanho contra os mais de 180 MB do app original. E, sim, está nos planos da companhia disponibilizá-lo em outros países.

Ainda em fase de testes, o Uber Lite foi idealizado para funcionar em smartphones básicos ou antigos, que têm pouco espaço para armazenamento de dados e baixa capacidade de processamento. Além disso, ele foi pensado para ser econômico no consumo de dados, o que o torna ideal para conexões lentas à internet.

Publicidade
ALPB

Como isso é possível? Para começar, o aplicativo não exibe mapa, a não ser que o usuário decida consultá-lo em algum momento. Por padrão, informações como localização do usuário e posicionamento do veículo acionado são dadas via avisos de texto.

A interface é bem simples, característica que poupa recursos de processamento, deixa o tempo de resposta mais rápido e, ao mesmo tempo, facilita o uso da ferramenta.

Para reduzir a necessidade de digitação, o Uber Lite prioriza a localização automática do usuário por GPS. Se houver alguma imprecisão, o aplicativo sugerirá que a pessoa siga para um ponto de embarque popular na sua região e, portanto, conhecido pelos motoristas.

O Uber diz que o app armazena em cache os principais locais da cidade para que o usuário consiga encontrá-los mesmo se estiver offline. A conexão só será necessária, portanto, para que a solicitação do carro seja completada.

Outras funcionalidades estão a caminho, como a possibilidade de o usuário escolher o idioma de sua preferência e uma função para solicitar corridas mesmo se não houver acesso à internet (talvez um método baseado em SMS).

Por enquanto, o foco do Uber Lite recai só sobre a Índia. O Uber precisa mesmo se mexer no país se não quiser continuar atrás da rival Ola, que domina quase metade do mercado local de transporte por aplicativo — um dos diferenciais da Ola é justamente a disponibilidade de um app econômico e leve, com menos de 1 MB.

De todo modo, a própria companhia ressaltou que pretende disponibilizar o Uber Lite em outros países até o fim do ano. O Uber não disse em quais, mas como o aplicativo foi projetado para países emergentes, há boas chances de que ele venha a funcionar no Brasil. Informações do Tecnoblog.

Comente

Camara Municipal