Tyrone está inelegível e deve ser substituído pelo vice na disputa em Sousa

Atual prefeito e candidato a reeleição, teve seu provimento ao agravo regimental, impetrado por sua defesa, negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF)

O prefeito da cidade de Sousa e candidato à reeleição, Fábio Tyrone, teve seu provimento ao agravo regimental, impetrado por sua defesa, negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e a inelegibilidade para as eleições municipais deste ano foi mantida.

“Ante o exposto, nego provimento ao presente agravo regimental, eis que não atendidas as condições de admissibilidade dos embargos de divergência. Mantidas as multas dos arts. 1.021, § 4º e 1.026, § 2º, ambos do CPC, aplicadas pela Segunda Turma desta Corte nos recursos anteriores” diz trecho do acórdão.

Os rumores que Tyrone estaria inelegível começaram a circular nessa quarta-feira (28), porém o prefeito e candidato a reeleição publicou um vídeo na redes social descartando a possibilidade.

+Prefeito de Sousa nega que está fora da eleição e tacha boato de “desespero”

Como o prazo para substituição de candidatos terminou na última segunda-feira(26), Tyrone só pode ser substituído pelo seu vice, também candidato à reeleição, Zenildo Oliveira. Decisão foi protocolada pelo STF no último dia 20 de outubro.

Confira a decisão do STF contra Tayrone