TV chinesa cancela transmissão do tapete vermelho do Oscar após surto do coronavírus

A TV estatal Chinesa CCTV anunciou o cancelamento da transmissão do tapete vermelho do Oscar. A emissora tem como tradição realizar uma programação especial a entrada dos atores e diretores para a cerimônia de premiação, mas por conta da epidemia do coronavírus, apenas a festa vai ao ar.

A informação é do The Hollywood Reporter, que ouviu fontes ligadas à CCTV.

A transmissão do Oscar pela TV estatal não é ao vivo. A cerimônia será transmitida gravada no canal CCTV6, dedicado a filmes.

Esta medida foi tomada para que não fosse necessário enviar equipe chinesa aos Estados Unidos para a cobertura do tapete vermelho. O trabalho adicional será realizado em Pequim.

Ontem, a agência que regula a mídia na China anunciou que transmissões de entretenimento no país sofreriam uma diminuição, em resposta à crise na saúde.

O coronavírus já deixou dezenas de mortos e milhares de infectados, tem apresentado focos pelo mundo e pode ter chegado ao Brasil, que já possui casos suspeitos. Com características de proliferação de uma gripe, o vírus, é mais preocupante, por exemplo, do que o H1N1, mas menos letal que o Sars.

Até o momento, há confirmação de pouco mais de mais de 130 mortes em um universo de cerca de 5.500 infectados na China, onde começaram os primeiros relatos, principalmente nos entornos da cidade de Wuhan.

Na China, esperava-se bom movimento na indústria de filmes com a proximidade do ano novo local, mas foram realizadas ações para cancelar e adiar eventos e estreias. Parques como a Disney de Xangai foram fechados. Estima-se que a crise na área da saúde possa dar um prejuízo global nas bilheterias globais, deixando-se de arrecadar de US$ 1 a US$ 2 bilhões.

Filmes ocidentais como Jojo Rabbit, 1917 e História de um Casamento tinham estreias marcadas para fevereiro, o que não deve acontecer. Informações são do UOL.

Comente