TSE deixa Ricardo Coutinho ‘livre’ para ser ungido a candidato na convenção

Corte não pautará julgamento da Aijes que pedem inelegibilidade do socialista até o próximo dia 17, e prazo para convenções partidárias vai até o dia 16

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não irá pautar o julgamento das Aijes do Empreender e PBPrev, que pedem a inelegibilidade do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), até o próximo dia 17. De acordo com a agenda de pautas da Corte, não há nem ao menos qualquer processo proveniente da Paraíba.

Conforme a legislação eleitoral 2020, o período de convenções partidárias para escolha dos candidatos a prefeitos vai até o próximo dia 16, portanto, o socialista não tem qualquer tipo de impedimento para ser ungido a candidato a prefeito de João Pessoa pelo PSB.

Nos bastidores ficam cada vez mais fortes os rumores de que Cassandra Figueiredo, atual presidente do PSB de João Pessoa, estaria quase fechando como vice-prefeita de Edilma Freire, candidata do PV, que representa a tentativa de sucessão do prefeito Luciano Cartaxo.

Comente