Tribunal de Justiça da Paraíba suspende novamente eleição indireta em Bayeux

Com a decisão, a Mesa Diretora da Câmara do município terá que alterar o edital e estabelecer novos prazos para a eleição indireta

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) suspendeu novamente a eleição para a escolha de prefeito e vice na Câmara Municipal de Bayeux. A decisão da desembargadora Maria das Graças Morais Guedes foi proferida ao analisar agravo de instrumento protocolado pela vereadora Lucília Freitas (DEM), que teve o registro da sua candidatura como vice-prefeita na chapa do presidente da Câmara, Inaldo Andrade. Ela alegou que o edital apresentava problemas.

O juiz Francisco Antunes Batista, da 4ª Vara Mista de Bayeux, tinha derrubou na quarta-feira (12), a determinação da 2ª Vara de João Pessoa que suspendia a eleição indireta para o cargo de prefeito na cidade.

A eleição havia sido suspensa pelo juiz Sérgio Lopes, no Plantão do Judiciário. Com a decisão da Justiça, a Mesa Diretora da Câmara do município terá que alterar o edital e estabelecer novos prazos para a eleição indireta.

Comente