Tribunal de Justiça da Paraíba bloqueia quase R$ 500 mil da Unimed JP

Corte entendeu que autor da ação teria sofrido prejuízos, já que ele está internado na UTI de hospital em SP e a cooperativa se recusa a quitar os gastos do tratamento

Cerca de R$ 500 mil foram bloqueados da Unimed João Pessoa Cooperativa de Trabalho, após liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), nessa segunda-feira (10). A corte entendeu que autor da ação, Onaldo Rocha de Queiroga, teria sofrido prejuízos, já que ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Albert Einstein e a Unimed João Pessoa se recusa a quitar os gastos do tratamento.

O paciente está internado com quadro de infecção de coronavírus, evoluído com critérios de síndrome respiratória aguda grave, com extenso comprometimento pulmonar.

De acordo com a ação, a família de Onaldo Rocha de Queiroga, já teria procurado a Unimed João Pessoa solicitando que a mesma arcasse com os gastos da internação do paciente, pois as despesas estão se acumulando, mas a cooperativa se negou a fazer, o que fez o com que ele, por meio do seu advogado Antônio Elias de Queiroga Neto, ingressasse com ação.

Segundo o autor da ação, foi pleiteado o deferimento dos benefícios da Assistência Judiciária Gratuita ao promovente, por não ter condições de arcar com as custas processuais e honorários advocatícios, em virtude do alto valor, das circunstâncias atuais e dos gastos já despendidos para o seu tratamento médico, sem comprometer o seu próprio sustento, o que faz prova mediante juntada dos extratos bancários Alegou o autor ser beneficiário de plano de saúde da empresa promovida através de Convênio firmado com a Associação dos Magistrados do Estado da Paraíba (AMPB), o qual é associado, sendo o plano de abrangência nacional.

Veja documento

 

Comente