Três vereadores no Sertão da PB têm mandatos cassados pela Justiça Eleitoral

Informação é de que a candidatura de Fernanda Mariana Custodio Pereira pela coligação seria falsa, servindo apenas para cumprir cota mínima

O desafio dos eleitos: um breve olhar para a Região Metropolitana de JP
Foto: Ilustração

Três vereadores do município de Diamante, no Sertão paraibano, tiveram os mandatos cassados. A decisão foi do juiz eleitoral Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto, da 42ª Zona de Itaporanga. Os parlamentares citados são Manoel Marrocos, Cícero Venâncio e Jailson Moura. Da decisão ainda cabe recurso.

O juiz acatou uma denúncia de que houve uma candidatura ”laranja” na coligação do partido Republicanos. A informação é de que a candidatura de Fernanda Mariana Custodio Pereira pela coligação seria falsa, servindo apenas para cumprir a cota mínima de candidaturas femininas. Com isso, ela foi acusada de fraude e declarada inelegível por oito anos a partir da data das eleições municipais de 2020.

Além disso, o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários – DRAP do Partido Republicanos do município de Diamante deve ser considerado sem efeito, e com isso, o juiz determinou tanto a anulação dos votos recebidos pela legenda no sistema proporcional das Eleições Municipais de 2020, como a cassação dos diplomas de mandatos eletivos dos eleitos e suplentes.

Caso sejam mesmo afastados das atividades parlamentares, haverá a retotalização dos votos, com novo cálculo do quociente eleitoral a fim de se reajustar a distribuição das vagas na Câmara do município.