“Tentar acabar o terminal de integração de João Pessoa é muita maldade”, lamenta Ruan Martins

Ao avaliar a localização da integração, o suplente de vereador explica que "a sensação de segurança do local é o principal tranquilizante para conosco que andamos de ônibus

A Prefeitura de João Pessoa e o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa (Sintur-JP) apresentaram o plano de retomada de transporte público na capital, que entrou em vigor na segunda-feira 6 de julho de 2020.

Desde a retomada dos ônibus, o terminal de integração, situado no centro de João Pessoa, tem causado muito transtorno aos usuários do transporte coletivo, uma vez que os passageiros têm que entrar pela porta da frente passando novamente pela roleta e alguns têm reclamado de terem que pagar novamente pela passagem.

Para o suplente de vereador mais jovem de João Pessoa Ruan Martins, “Tentar acabar com o terminal de integração no centro de João Pessoa é muita maldade. Nós usuários do transporte coletivo estamos sendo penalizados pela sobrevivência do prefeito Luciano Cartaxo aos donos dos ônibus”.

Na prática, há um desestímulo ao uso do local; uma tentativa de pôr fim a estrutura. “Não podemos permitir o retrocesso, isto é, voltar a pagar 4 passagens, duas para ir e mais duas para voltar, pois isto é maltratar o cidadão pessoense que paga uma das passagens de ônibus mais caras do Brasil”, afirmou Ruan.

Ao avaliar a localização da integração, o suplente de vereador explica que “a sensação de segurança do local é o principal tranquilizante para conosco que andamos de ônibus. Isso significa que só sabe a importância do terminal de integração, no centro de João Pessoa, quem realmente precisa”, destacou Ruan Martins.

Comente