Tatiana Lundgren é alvo de ação penal do TRF-5 por fraudes em licitações

Além da ex-gestora de Conde, foram indiciadas três servidoras públicas membros da Comissão Permanente de Licitação e sete empresários

A ex-prefeita de Conde, Tatiana Lundgren é alvo de mais um processo na Justiça. Desta vez, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) instaurou uma ação penal contra a ex-gestora, a cerca de denúncia recebida sobre irregularidades em diversos procedimentos licitatórios realizados no município durante os anos de 2012 e 2013.

Além de Tatiana, foram indiciadas três servidoras públicas membros da Comissão Permanente de Licitação e sete empresários que, supostamente, fariam parte do esquema de desvio de dinheiro através de acordo firmado entre as partes, através dos certames.

As licitação foram realizadas com o objetivo de adquirir material de limpeza e de expediente, destinados a suprir as necessidades das diversas secretarias municipais. De acordo com o documento “a investigação policial constatou que houve montagem/direcionamento de diversas licitações realizadas sob a modalidade Convite, envolvendo prévio ajuste entre os membros da Comissão Permanente de Licitação, ex-prefeitos do município do Conde (gestões 2009/2012 e 2013/2016), além de grupo de empresas que recorrentemente adjudicavam o objeto dos convites por meio de fraude”.

Confira documento na íntegra