Suspeito de matar mulher após vítima reclamar de assédio é preso, em Fortaleza

O suspeito de dar uma facada em uma mulher após uma discussão foi preso nesta quinta-feira (9), em Fortaleza. O crime ocorreu no sábado (4), no Bairro Parangaba, e a vítima morreu dois dias depois em um hospital. A prisão foi confirmada pela Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS).

Fabills Almeida, de 37 anos, foi atacada com um golpe de faca. Uma testemunha informou que o motivo teria sido um assédio ao qual a vítima havia respondido. A TV Verdes Mares obteve nesta quinta-feira (9) imagens do crime feitas por câmeras de segurança de um posto de combustíveis.

O capturado é um garçom de 51 anos. Conforme a SSPDS, o motivo do crime estaria relacionado a uma discussão banal após a vítima ter se incomodado pelo fato do suspeito falar alto próximo a ela, durante uma ligação por telefone. Durante a discussão, ela tentou agredi-lo e ele desferiu um golpe. Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado por motivo torpe.

Testemunhas, por sua vez, afirmaram que a vítima caminhava pela área quando o homem praticou assédio contra a vítima. Ela se exaltou e foi em direção ao homem, que revidou com golpe de faca. O agressor causou um ferimento na região do ombro esquerdo da vítima.

Conforme a gerente do estabelecimento onde a vítima trabalhava, a vítima estava em um happy hour com amigos quando ocorreu o caso. Ela tinha o costume de frequentar a loja de conveniência de um posto de combustíveis próximo ao local.

As imagens de câmeras de segurança mostram quando a mulher, sangrando, desfalece e se escora nos braços de uma pessoa para não cair. Ela foi levada para um hospital, onde morreu dois dias depois.

A loja onde Fabills trabalhava lamentou a morte da funcionária. “É com profundo pesar que a Mix Distribuidora, por meio da gerência e toda direção, comunica a todos os amigos e clientes a perda inesperada da nossa colaboradora Fabills Felipe de Almeida. Lamentamos a perda e nos solidarizamos com a família neste momento”, disse em nota. Do g1.