- Publicidade -
Política

Sergio Moro destaca operação da PRF que prendeu 16 pessoas na PB

O Ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro publicou em uma rede social os resultados da operação integrada entre os órgãos de segurança pública da Paraíba e a Polícia Rodoviária Federal.

- Continua depois da publicidade -

O Ministro destacou o trabalho conjunto realizado entre as Polícias Civil, Militar e Rodoviária Federal para desarticular quadrilha do “Novo Cangaço” que havia no sertão da Paraíba e outros estados do nordeste.

Foram cumpridos 27 mandados de busca e e 23 de prisão. Ao todo foram presas dezesseis pessoas, onze armas de fogo sendo elas quatro revolveres, uma pistola, duas espingardas calibre 12 mm, duas espingardas calibre 36 mm e dois fuzis calibre 7,62 mm. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Catolé do Rocha, Lagoa, Jericó, Santa Cruz e Pombal no Sertão paraibano, e ainda na região metropolitana de João Pessoa. Ao todo, 180 policiais de todas as instituições envolvidas e bombeiros militares foram empregados na operação.

Segundo as investigações, a quadrilha desarticulada na Operação foi responsável por um estouro a carro forte em Jericó em julho deste ano, assaltos aos bancos Bradesco do Brejo Santo, São João do Rio do Peixe, Bom Sucesso e uma tentativa de assalto também ao banco Bradesco de Jericó. Uma das características do grupo é o uso de extrema violência nas ocorrências e o elevado poder de fogo.

A ação integrada faz parte das estratégias adotadas para intensificar as ações de enfrentamento ao crime organizado no estado da Paraíba e impedir a expansão de organizações criminosas que atuam em vários Estados do país.

Confira a postagem:

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar