Sepultamento do jornalista Alexandre Nunes acontece neste sábado, em Bayeux

Comunicólogo estava internado após ter sido diagnosticado com coronavírus desde 2º de dezembro, no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba (SINDJOR) e da Associação Campinense de Imprensa (ACI), por meio de uma nota de pesar divulgada na tarde deste sábado (12), lamentaram a morte do jornalista Alexandre Nunes, que faleceu no final da tarde de sexta-feira (11), vítima da Covid-19.

Ainda em nota, o ACI e o SINDJOR informaram que o copo do jornalista estará sendo velado neste sábado (12) na Capela do Cemitério Santana, em Bayeux, onde será sepultado.

Jornalista do Jornal A União e pertencente ao quadro da Secretaria de Estado da Comunicação Institucional, Alexandre Nunes, de 62 anos, faleceu após ter sido internado ao ser diagnosticado com o novo coronavírus desde 2º de dezembro, no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita.

Confira a nota na íntegra:

“NOTA DE PESAR

A diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba e da Associação Campinense de Imprensa – ACI, lamentam a morte do jornalista Alexandre Nunes, aos 62 anos, acometido da Covid 19.

Alexandre estava internado no Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, desde o dia 02 de dezembro. Com o agravamento do quadro teve que ser entubado, tendo falecido por volta das 23 horas de ontem.

Alexandre Nunes pertencia ao quadro da Secretaria de Estado da Comunicação Institucional, prestando serviço no Jornal A União/Empresa Paraibana de Comunicação (EPC). Era querido por todos que o conheciam, além de admirado pela dedição com que exercia a função de repórter.

Natural da cidade de Santa Rita, na Paraíba, ele está sendo velado na Capela do Cemitério Santana, onde será sepultado.

A DIRETORIA”