Senadora Leila Barros deixa o PSB e anuncia filiação ao Cidadania

A senadora Leila Barros (DF) anunciou nesta quarta-feira (4) que formalizou a desfiliação ao PSB e se filiará ao Cidadania. Com a mudança, o PSB deixa de ter representação no Senado e a bancada do Cidadania passa de dois a três senadores.

Nas eleições de 2018, o PSB elegeu três senadores, entre os quais o paraibano Veneziano Vital do Rêgo, que trocou a legenda pelo MDB. O outro senador eleito pela legenda socialista foi o radialista Jorge Kajuru, que atualmente está filiado ao Podemos-GO.

A saída de Leila do partido tem como pano de fundo a disputa do governo do Distrito Federal em 2022. A senadora deve concorrer ao executivo do Distrito Federal, possivelmente ao lado do senador Reguffe (Podemos-DF).

Leia abaixo a íntegra da nota da assessoria da senadora:

A senadora Leila Barros formalizou, nesta quarta-feira (4), sua desfiliação do PSB. Embora reconheça a história e postura da sigla pela qual se elegeu em 2018, a parlamentar do Distrito Federal seguirá sua vida política no Cidadania.

A nova legenda permitirá à senadora Leila desempenhar uma atividade mais eficaz e organizada no Senado Federal ao lado dos senadores Eliziane Gama e Alessandro Vieira. A parlamentar manterá sua coerência, independência e postura de intransigente defesa dos interesses dos brasilienses e do povo brasileiro por justiça social, direitos humanos e de luta pela democracia, pelas liberdades, pela soberania nacional, pela urgente superação da pandemia e de suas consequências.

Leila agradece a acolhida dada pelo PSB, tanto a nível nacional quanto distrital, e ressalta que mal-entendidos e possíveis mágoas diante da sua decisão não a impedirão de continuar ao lado dos colegas da legenda nas lutas comuns. Os interesses e as aspirações do povo brasileiro e dos brasilienses devem sempre vir em primeiro lugar.

Assessoria de comunicação da senadora Leila Barros