Seleto grupo de professores estaria recebendo salário maior que colegas em prefeitura sertaneja

O Ministério Público da Paraíba (MPPB), através da Promotoria de Justiça Cumulativa de São José de Piranhas, abriu inquérito para investigar denúncia do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Município de Bonito de Santa Fé/PB – SINTEB de que a prefeitura da cidade, através da Secretaria de Educação, estaria pagando salários distintos cargos equivalentes.

De acordo com a denúncia, alguns professores estariam recebendo acima do previsto em lei, enquanto outros estariam recebendo vencimentos menores.

O promotor Francisco Vieira apontou que, se confirmadas as irregularidades, fica caracterizado o crime de improbidade administrativa.

A Procuradoria do Município tem o prazo de 15 dias para remeter à Promotoria a cópia da lei municipal que estaria sendo descumprida e o instrumento legal que justificaria o pagamento das gratificações ao grupo seleto de servidores.

Confira o inquérito:

 

 

Comente