Segundo óbito por dengue em 2024 é confirmado na Paraíba

Vítima residia no município de Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES-PB) confirmou, nesta segunda-feira (26), a morte de uma mulher de 42 anos por dengue, tornando-se o segundo óbito registrado pela doença no estado em 2024. A vítima residia no município de Conde, na Região Metropolitana de João Pessoa.

O caso estava em fase de investigação, mas o diagnóstico foi concluído. Segundo a SES, a mulher tinha comorbidades, como diabetes, hipertensão e doença hematológica.

Anteriormente, a Paraíba havia registrado uma morte por dengue em Camalaú. A primeira vítima foi uma mulher de 24 anos, que apresentava diversos sintomas, incluindo febre, cefaleia, vômitos, náuseas, artrite, artralgia, dor abdominal, taquicardia, derrame pleural e icterícia.

Atualmente, há três mortes em processo de investigação, sendo duas relacionadas à dengue e uma ao Chikungunya.

A SES está investigando o caso de um homem de 60 anos, residente em Pocinhos, que deu entrada em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Campina Grande com sinais graves da doença. Os exames para confirmar a causa do óbito ainda estão em andamento.

Outro caso em investigação envolve um homem de 85 anos, admitido no Trauma de Campina Grande sem registro de comorbidades. Os resultados dos exames para dengue estão pendentes.

Além disso, uma morte está sendo investigada como Chikungunya. O paciente, um homem de 57 anos com histórico de hepatopatia, teve resultados sorológicos positivos e a análise da causa do óbito está em andamento.

Até o momento, a Paraíba registrou 1.611 casos prováveis de arboviroses em 2024, incluindo 1.441 casos de dengue, 158 de chikungunya e 12 de zika.