Secretário descarta fechamento do comércio para conter avanço da Covid-19 na PB

No entanto, Geraldo Medeiros ressaltou a necessidade de se adotar medidas que diminuam aglomerações, devido à taxa de transmissibilidade do vírus

Secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros. (Foto: divulgação)

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, descartou o fechamento do comércio e lockdown para conter o aumento de casos da Covid-19 no Estado. No entanto, o chefe da pasta ressaltou a necessidade de se adotar medidas que diminuam aglomerações, devido à taxa de transmissibilidade do vírus.

Em João Pessoa, o secretário executivo de Saúde, Luís Ferreira Filho afirmou que, hoje, a taxa de transmissibilidade da doença chega a 4.4 na Capital, ou seja, a cada 100 pessoas contaminadas, mais de 400 podem contrair o vírus.

As ações de combate ao avanço da doença, que devem ser lançadas em novo decreto a partir de 1º de fevereiro, serão discutidas na próxima segunda-feira (31), em reunião com o colegiado da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) e o governador João Azevêdo (Cidadania).

O último boletim epidemiológico da SES, divulgado na quinta-feira (28), confirmou 3.166 novos casos e 25 mortes pela doença no Estado, 9 delas ocorridas nas últimas 24 horas.

Entre os óbitos confirmados ontem, 15 eram mulheres e 10 eram homens, com idades entre 29 e 95 anos.