Secretário de JP sugere termo para que não vacinados arquem com despesas hospitalares

Fábio Rocha revelou os custos de pacientes em tratamento intensivo devido à Covid-19 e lembrou que os imunizantes estão disponíveis para a população

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha defendeu que as pessoas que não tomarem a vacina contra a Covid-19 assinem um termo de anuência para arcar com as despesas hospitalares em caso de internação devido à doença.

Em entrevista à Rádio CPAD FM, o gestor da pasta municipal lamentou a resistência de algumas pessoas ao imunizante, que tem garantido a diminuição de casos, ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) e mortes pela doença.

De acordo com Fábio Rocha, cada paciente internado para tratamento intensivo devido à Covid-19 custa cerca de R$ 4 a R$ 5 mil. Ele classificou como injusto os custos serem bancados pelo governo, já que as vacinas são gratuitas para a população.

“Não é justo você ter uma vacina de graça e não se vacinar. A gente tem que entender que isso não é uma coisa ditatorial, como se especulam, isso é questão de sobrevivência”, afirmou.