“São denúncias sérias que precisam ser apuradas e os responsáveis, punidos”, disparou o vereador Marcos Henriques (PT), líder da oposição da Câmara Municipal de João Pessoa, acerca das gravações divulgadas nesta segunda-feira (11) pelo Paraíba Já entre os secretários de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, e o de Desenvolvimento Social, Diego Tavares, em que combinam como arrecadar recursos públicos para a campanha eleitoral do ano passado.

O vereador destacou, ainda, que a conversa envolve diretamente o prefeito. “Logicamente, toda essa responsabilidade precisa ser apurada”, pontuou. “Espero que a Polícia Federal possa analisar detalhadamente e possa punir realmente quem for culpado, mas os textos são bastante contundentes”, declarou Marcos Henriques.

Publicidade

“O caixa 2 é um câncer no nosso país, que corrompe as relações públicas e privadas. Todo indício precia ser investigado e punido com rigor”, disse ainda o vereador.

 

Comente