Publicidade
Política

Romero põe panos quentes em confusão envolvendo Moacir e Julian

Prefeito foi acusado de usar o irmão como fantoche para assumir comando do PSL na Paraíba

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), colocou panos quentes na confusão entre o seu irmão, o deputado estadual Moacir Rodrigues (PSL), e o deputado federal Julian Lemos, presidente do PSL na Paraíba. Eles trocaram farpas na imprensa após a filiação em massa de novos membros do partido promovida por Moacir.

- Continua depois da publicidade -

+ Julian chama Moacir de “boneco de ventríloquo” e acusa Romero de querer tomar partido

+ Moacir diz que Julian Lemos é ‘ditador’ e defende eleições livres no PSL

Segundo Romero, que foi apontado por Julian como “manipulador de boneco de ventríloquo”, por supostamente estar usando o irmão para conseguir a presidência do PSL, existem assuntos mais importantes a serem pautados do que questões partidárias.

“Eu sou de outro partido. O que eu posso falar em relação ao PSL é que tem coisa mais importante para discutir e debater. Uma briga e uma discussão por conta de uma questão partidária eu acho, sinceramente, que é algo descabido, desnecessário. E isso serve para todo mundo, embora eu seja de outro partido. Sou apenas um conselheiro: vamos somar forças em prol de Campina [Grande] e da Paraíba”, avaliou.

“Eu sou da pacificidade, sou uma pessoa pacífica por natureza e vou trabalhar sempre, se depender de mim, em prol da conciliação”, concluiu.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar