Romero é alertado novamente por alto número de servidores na gestão

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), foi alertado mais uma vez pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) por conta do alto número de servidores na gestão.

De acordo com o alerta assinado pelo conselheiro substituto Antônio Cláudio Silva Santos, a gestão Romero está gastando acima de 54% da Receita Corrente Líquida (RCL) com pessoa, o que fere a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

+ Mesmo após anunciar exoneração de comissionados, Romero é alertado por gastos elevados com pessoal

+ Apesar de alerta do TCE-PB, Romero continuou a aumentar servidores sem concurso em CG

O conselheiro observou, ainda, que mesmo alertado sobre inconsistência nos créditos orçamentários de Ações e Serviços Públicos de Saúde (ASPS), referente à Lei Orçamentária Anual 2020, “o ente municipal não fez qualquer correção”.

Confira:

 

Comente