O prefeito de Campina Grande e pré-candidato ao Governo do Estado, Romero Rodrigues (PSDB), revelou que frequentemente diverge do presidente da legenda, Ruy Carneiro, e até do grupo como um todo, porém, respeita o sentimento majoritário no partido e por isso não deixa a legenda, embora já tenha pensado na possibilidade.

“Eu posso até discordar do grupo, às vezes tem uma discordância minha com Ruy, mas na hora que houver uma decisão vou seguir meu partido. Tenho que respeitar o sentimento majoritário do partido. No dia que quiser romper ou tomar uma atitude mais radical, eu saio do partido. Aliás, já tive vontade disso, não por conta do partido, mas por causa da ideologia”, revelou ao Blog do Anderson Soares.

Segundo Romero, na gênese o PSDB tinha um viés mais de esquerda, que se perdeu ao longo dos anos. Portanto, se fosse para deixar a legenda, ingressaria em outra com o posicionamento de centro-esquerda.

Camara Municipal