Ricardo: é preciso unir o povo para derrotar o atraso e a política fascista de Bolsonaro

O ex-governador Ricardo Coutinho, atual presidente da Fundação João Mangabeira, destacou que a população brasileira precisa reagir contra a esse estado de violência e de atentados aos direitos essenciais que o país vive.

“Essa é luta é do povo brasileiro, do campo, das cidades, da população indígena, dos estudantes, dos professores e faz com que a gente tenha o sentimento que esse é o único caminho possível: unir o povo, derrotar o atraso e essa política fascista e violenta que tomou conta do país”, afirmou.

A declaração foi dada pelo socialista durante a Marcha das Margaridas, que protesto que ocorreu esta semana, assim como outros vários oriundos dos movimentos populares contra as ações do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Comente