Retorno do ‘Sabadinho Bom’ é sucesso e lota Praça Rio Branco, em JP

Entre os participantes, pessoas de várias idades e gerações, reunidas em nome do reencontro com a boa música

O Centro Histórico da Capital se transformou em passarela do choro e do samba neste sábado (23), durante a retomada do projeto Sabadinho Bom, realizado pela Prefeitura de João Pessoa, através de sua Fundação Cultural (Funjope). A atração foi o Clube do Choro da Paraíba, que reuniu centenas de pessoas na Praça Rio Branco, num encontro de gerações – amantes da boa música, que comemoraram a volta do evento suspenso há dois anos por conta da pandemia do coronavírus.

Os frequentadores se reencontraram com o Sabadinho Bom dançando e apreciando clássicos do choro, do samba e da Musica Popular Brasileira, num clima de grande alegria que nem o tempo chuvoso foi capaz de atrapalhar. O diretor de Cultura Popular da Funjope, Mô Lima, disse que a Prefeitura de João Pessoa teve a responsabilidade em retomar o evento com segurança, em um momento onde a vacinação garante mais segurança para os participantes, que terão as tardes de sábado novamente para curtir um grande evento cultural na Capital.

“Isso aqui é um brinde para a população de João Pessoa, porque o Sabadinho Bom tem a tradição da boa música, do encontro dos amantes da boa música – o sábado fica mais charmoso. O prefeito Cícero Lucena viu que esse era o momento exato para retomar o Sabadinho Bom, tanto que a praça está cheia, com as pessoas se divertindo, a presença das famílias e, claro, com muita segurança e tranquilidade”, afirmou.


Entre os participantes, pessoas de várias idades e gerações, reunidas em nome do reencontro com a boa música. “O Sabadinho Bom devolveu alegria para o Centro Histórico”, comemorou o aposentado, Octacílio Leite de Souza, 75 anos. “Eu não perdia um sábado, porque isso aqui é vida, o melhor da vida. Muito feliz”, garantiu seu Octacílio, que estava acompanhado da irmã, a também aposentada, Erundina Leite de Souza, de 82 anos. Os irmãos comemoram a volta do Sabadinho do jeito mais original: dançando no ritmo e na cadência do samba.

“Eu estou me sentindo uma criança – alegre e feliz da vida. Todo sábado a gente estava sempre aqui, dançando e vivendo a vida. Ficamos muito tristes durante esse período que ficou suspenso, mas a gente sabia que era importante se proteger”, explicou a aposentada, que lembrou que está imunizada e que não vai perder mais nenhuma edição do projeto da Prefeitura de João Pessoa.

Comércio

O Sabadinho Bom também estava fazendo falta para os comerciantes. Clécio Gabriel Bezerra, que possui cadastro na Prefeitura de João Pessoa para comercializar comidas e bebidas, disse que o evento é uma excelente oportunidade para melhorar o orçamento de casa. “Foi muito difícil ficar sem o dinheiro que eu normalmente consigo fazer aqui no Sabadinho Bom, mas, graças a Deus e a Prefeitura, estamos de volta pra trabalhar. Ajudar a família e ainda ver as pessoas felizes, se divertindo”, afirmou.