- Publicidade -
Cotidiano

Reitora da UFPB rechaça “Future-se”, do governo Bolsonaro: “não é o momento”

A reitora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Margareth Diniz, rechaçou o projeto “Future-se”, proposto pelo Ministério da Educação (MEC), sob gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL), e visa, de acordo com a propaganda oficial do MEC, garantir “o fortalecimento da autonomia administrativa, financeira e da gestão das universidades e institutos federais”. Para tal, a gestão das universidades seria feita em parceria com organizações sociais definidas pelo próprio MEC.

- Continua depois da publicidade -

“Com tantas reformas em discussão em Brasília, no meu entendimento, não é para um futuro próximo [a discussão do projeto]”, disse.

+ UFPB apresenta ‘Future-se’; segmentos da esquerda falam em ‘desmonte’ das universidades

O projeto foi discutido na tarde dessa segunda-feira (22), no Centro de Vivências, no campus I, em João Pessoa. Com o espaço lotado de estudantes, professores, técnico-administrativos e representantes de classes, foi definida agenda de debates nos quatro campi da instituição.

Plenária na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) também deve ocorrer em breve. Após os encontros, adesão ou não ao programa será definida pelo Conselho Universitário (Consuni) da UFPB. Não há previsão para apreciação da pauta.

Confira, abaixo, a agenda de debates:

24/07 – No campus II, em Areia, às 9h; e no campus III, em Bananeiras, às 15h

30/07 – No campus IV, em Rio Tinto e Mamanguape, às 15h

02/08 – No Fórum Universitário, no campus I, em João Pessoa, em horário a definir

 

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar