Rede social Parler anuncia retorno com tecnologia independente

A Parler anunciou nesta segunda-feira (15) o retorno da plataforma após ser suspensa por Google, Apple e Amazon. Desde meados de janeiro, a rede social estava fora do ar depois de receber acusações de não tomar medidas contra posts que incitam violência.

Em um comunicado anunciando o relançamento, Parler disse que nomeou Mark Meckler como seu presidente-executivo interino, substituindo John Matze, que foi demitido pelo conselho neste mês.

O Parler disse que sua nova tecnologia cortou sua dependência das gigantes da tecnologia. A rede social classificou que a plataforma agora está utilizando uma tecnologia “sustentável e independente.

A empresa disse que está trazendo de volta os antigos usuários nesta semana e prepara a abertura para novos usuários na próxima semana.

Incitação à violência

Google, Apple e Amazon alegam que a rede social não tomou medidas adequadas para evitar a disseminação de postagens de apoiadores do ex-presidente dos EUA, Donald Trump, incitando a violência, depois da invasão ao Congresso dos Estados Unidos que deixou 5 mortos.

A Amazon suspendeu a rede de sua unidade Amazon Web Services (AWS), por violar os termos de serviço da AWS ao falhar em lidar, de forma eficaz, com um aumento constante de conteúdo violento no serviço de rede social.

No caso de Apple e Google, o aplicativo foi banido de suas lojas, mas quem não deletou o app continua com ele em seu smartphone.

Do G1.