O blog Polêmica Paraíba, do conceituado jornalista Gutemberg Cardoso, revelou, neste domingo (18), que está pra explodir uma ‘bomba’ com poder de atrapalhar completamente os planos de um prefeito de uma importante cidade paraibana.

De acordo com o blog, o prefeito paraibano teria se beneficiado com recursos para a campanha municipal de 2012 oriundos de pessoas investigadas pela operação Lava Jato.

Publicidade
ALPB

“De acordo com informações conseguidas diretamente da Receita Federal de São Paulo, supostas doações feitas na última campanha municipal, em 2012, mostram nas entrelinhas a relação entre um dos principais réus da Lava-jato e o comandante de um dos maiores municípios paraibanos”, revela o blog sem, contudo, citar nomes.

Clique aqui ou leia abaixo na íntegra a matéria completa do Polêmica Paraíba.

Investigação da Receita Federal paulista pode levar importante prefeito paraibano para o centro da Lava Jato

Um importante jornalista político de renome nacional e dos quadros de um dos mais importantes veículos de comunicação está prestes a estourar uma bomba que se tornará um grande escândalo que pode mudar os rumos da política paraibana ao revelar um esquema milionário que envolve a Operação Lava Jato e o prefeito de uma importante cidade do Estado.

De acordo com informações conseguidas diretamente da Receita Federal de São Paulo, supostas doações feitas na última campanha municipal, em 2012, mostram nas entrelinhas a relação entre um dos principais réus da Lava jato e o comandante de um dos maiores municípios paraibanos.

Caso se confirme, a ação pode levá-lo ao centro da maior operação de combate a corrupção da história do Brasil às vésperas das eleições estaduais de outubro, causando grandes danos as suas pretensões eleitorais.

As investigações estão em ritmo acelerado e a qualquer momento os valores especulados em R$ 2 milhões vão tirar o sono de toda uma aliança política que não quer ver reveladas na imprensa as conexões existentes com pessoas que há muito tempo estão com a liberdade restringida. O teor da bomba por baixo é superior a dois mil megatons.

Comente

Camara Municipal