RC prega unidade na sua base e conta com união das bancadas para superar crise econômica de 2019

Durante uma série de inaugurações na cidade de Campina Grande, o governador Ricardo Coutinho (PSB), na manhã desta quinta-feira (08), conversou com a imprensa local e destacou que o parlamento estadual precisa estar e andar em unidade para continuar com o crescimento visível da Paraíba, ressaltando, porém, que alguns tentam quebrar essa unidade de forma açodada. O governador enfatizou que cada um é livre para tomar qualquer atitude, mas não se pode existir o desrespeito um ao outro.

“A unidade nos fez crescer e agora alguns, de forma açodada tentam quebrar essa unidade. Isso não dá certo, evidentemente, e é preciso, em função do projeto, ter a unidade. E eu tenho certeza que a maioria dos deputados concordam comigo. É melhor quando todos possam avançar, e se tem algum no meio que não concorda, paciência. Cada um tem liberdade para tomar suas atitudes, o que não pode é a gente desrespeitar um ao outro, aí não dá certo e não pode contar comigo”, disse.

Publicidade
ALPB

Na mesma oportunidade, Ricardo disse que teve uma conversa com o governador eleito João Azevêdo (PSB), e externou um pensamento em comum dos dois, que é em relação à economia a partir de 2019. Ele afirmou que a população vai ter um ano de privações e disse que o governo irá precisar de todos os deputados, incluindo os da bancada de oposição, para fazer com que a Paraíba continue crescendo.

“Nós não vamos ter um ano fácil. O Brasil não vai ser fácil. Vamos ter um ano de privações de recursos, ainda mais. É preciso se preparar para isso. Ninguém pode achar que vamos ter um cenário maravilhoso, a título de crescimento da economia. Não é essa a expectativa, é preciso colocar o pé no chão e ajudar o estado a continuar avançando. E eu conto sem dúvida nenhuma com a maioria dos deputados e conto inclusive com alguns que se elegeram na oposição”, finalizou.

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]