Ricardo diz que justificativa de Cássio para bloqueio de verba é falta de respeito à PB

Depois da polêmica de retenção dos recursos federais para a obra do viaduto Governador Eduardo Campos, popularmente conhecido como “Viaduto do Geisel”, por parte do ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), o governador Ricardo Coutinho (PSB) comentou sobre a situação e acusou o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) de estar articulando para que a Paraíba perca investimentos do governo federal.

De acordo com o socialista,o senador paraibano não respeita a quem representa, tentando prejudicar obras paraibanas. O governador também explicou sobre o adiantamento de recursos para a realização de obras, afirmando que o governo do estado, possui a menor porcentagem de cooperação do governo federal.

“Dizer que é um privilégio enviar recursos antes das medições, isso é uma bobagem. O senador Cássio alega que isso não existe, eu digo que sempre existiu,posso citar inúmeras obras,inclusive as obras do PAC,que recebe um adiantamento antes da obra começar de 40% para que não permita a fragilidade na execução. Até para a obra pegar ritmo. Vir com essa história para o estado, que tem o menor percentual de participação do governo federal nas obras local, é no mínimo falta de respeito”, comentou.

O chefe do Executivo estadual, ainda defendeu que independentemente de posicionamentos políticos,a democracia deve prevalecer, principalmente em tempos de crise da mesma, afirmando que o interesse público deve ser a prioridade.

“Tenho certeza e convicção que o mais importante é a preservação do jogo democrático no momento de profunda fragilidade das instituições democráticas e republicanas. Mas independentemente da minha posição, já que no Brasil tem várias posições, os interesses da Paraíba devem ser respeitados.E eu espero que isso possa naturalmente prevalecer”, justificou.

Comente