O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), durante entrevista ao programa Conexão Master, na noite dessa segunda-feira (16), afirmou com veemência que não teme perder o foro privilegiado ao deixar o Governo do Estado no dia 1º de janeiro de 2019.

Ele ressaltou que não responde a nenhum processo e que tal elemento jamais pesou na sua decisão em completar o mandato. Ricardo ainda alfinetou seus adversários políticos.

“Eu sou contra o foro privilegiado para crimes comuns. Eu ouvi algumas pessoas dizendo que eu precisava do foro. Por que eu preciso? Quem precisa de foro privilegiado são meus adversários. Eles sim precisam porque senão vão parar atrás das grades. Eu não preciso disso”, comentou.

Ainda sobre a sua permanência no governo até o fim, Ricardo reafirmou estar à vontade com a sua decisão e garantiu que seus nove meses restantes de gestão serão mais produtivos para a Paraíba do que “oito anos de um senador paraibano”, disse em alusão ao tucano Cássio Cunha Lima.

“Tem senador aí que os nove meses eu vou fazer mais do que ele fez em oito anos. São mais 200 obras que eu vou ter a oportunidade de inaugurar. Não sei se vou ter agenda para inaugurar, mas vou entregar. É um ritmo muito forte. Começamos acelerando e estamos concluindo os oito anos acelerando”, disparou.

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here