Radialista Walter Cartaxo morre em João Pessoa e API divulga nota de pesar

Aos 73 anos de idade, o radialista e jornalista José Walter Vieira Cartaxo morreu, na madrugada deste sábado (9). Ele tinha problemas cardíacos e estava internado em um hospital de João Pessoa, mas a causa da morte não foi divulgada pela família

Em virtude da Covid-19, não haverá velório evitar aglomeração de pessoas. O corpo de Walter Cartaxo será levado de João Pessoa para direto para o cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Cajazeiras.

Walter Cartaxo nasceu no dia 12/05/1947 na cidade de Cajazeiras e foi um dos primeiros locutores de rádio da cidade, onde trabalhou nas rádios Difusora e Alto Piranhas. Em João Pessoa, atuou na Rádio Tabajara, e em Recife, na TV Diário de Pernambuco.

Nota da API

A Associação Paraibana de Imprensa (API) divulgou uma nota de pesar pela morte do radialista e jornalista cajazeirense Walter Cartaxo. Leia abaixo na íntegra.

NOTA DE PESAR

A diretoria da Associação Paraibana de Imprensa (API) vem de público manifestar sua solidariedade aos familiares e amigos do jornalista e radialista Walter Cartaxo, em razão do seu falecimento ocorrido na madrugada deste sábado (9), em um dos hospitais de João Pessoa.

Com atuação marcante em diversos programas da radiofonia paraibana, entre eles o Revista Estadual, produzido para todo o Estado através da Rádio Tabajara, Walter Cartaxo também teve passagem brilhante e destacada no Comitê de Imprensa da Assembleia Legislativa do Estado, do qual foi fundador.

Walter Cartaxo nasceu em 12 de maio de 1947, na cidade de Cajazeiras (PB). Ele foi um dos primeiros locutores de rádio de Cajazeiras, trabalhou na Difusora Rádio Cajazeiras e Rádio Alto Piranhas, na Tabajara em João Pessoa e na TV Diário de Pernambuco, em Recife. 

Por onde atuou profissionalmente, sempre mereceu o respeito e o carinho de todos, construindo uma legião de amigos, companheiros, que nesse momento se associam à dor de todos que integram a diretoria desta entidade. 

A DIRETORIA

Comente