Qual é o tipo de grama sintética que você tem que colocar no gramado externo? Cuidado na hora de escolher!

A grama sintética é utilizada para muitos tipos de atividades decorativas e de proteção de uma superfície específica. Há um histórico grande e robusto de utilizadores que, hoje, já não enxergam mais vantagens em plantar a grama natural para locais com muito movimento ou até mesmo jardins, uma vez que o tempo de manutenção é grande e em climas adversos, ela pode até morrer.

Mas ao escolher a grama sintética ideal para os locais externos também não é assim tão “simples”, já que você precisa tomar cuidado para não comprar gato por lebre. Afinal, da mesma forma que a natural, a sintética pode estragar quando não cuidada e não bem utilizada. Continue lendo para saber mais.

Grama sintética decorativa

O primeiro ponto a se considerar na hora de escolher uma grama para ambiente externo, é o seu acabamento. As gramas decorativas, por exemplo, não são ideais para locais externos pois o seu acabamento é apenas para deixar o visual elegante e agradável, e não para suportar altas ou baixas pressões e nem para ser pisada.

Por isso, se você vai instalar grama sintética no jardim, é muito importante que ela seja adequada para o tipo de atividade que vai ser realizada no jardim. Mesmo que ninguém pise, ela precisa ter atributos, como os quais você ainda vai aprender neste texto.

Modelos muito finos

Os modelos muito finos de tipo de grama sintética, também não são adequados para áreas externas. Isto é, aqueles que não tem a folha robusta e que são feitos exclusivamente para vasos de flores internas ou decoração de jardim de inverno.

Por isso, quando você vai comprar grama sintética, é importante considerar que ela tenha a postura ideal para um ambiente externo. Se tiver dúvidas sobre isso, pergunte ao vendedor para que ele te ajude a entender mais sobre os modelos específicos.

Acabamento semelhante ao natural

Outro detalhe que você precisa considerar na hora de escolher o melhor tipo de grama sintética para área externa ou jardim, é o acabamento. Afinal, de nada adianta ter um acabamento tão artificial que sequer parece grama, não é mesmo? O ambiente ficará “esquisito”, especialmente se o objetivo dele é justamente decorar o espaço.

Proteção UV

E por fim, você não pode esquecer de outro detalhe importantíssimo na hora de comprar grama sintética para área externa: a proteção UV do material! Sim, é fundamental que a grama tenha proteção contra raios solares para que você não tenha problemas com desbotamento e ressecamento das folhas. A proteção UV é o que garante um melhor desempenho do seu gramado sintético, já que é isso que vai trazer durabilidade para o longo prazo.

Os gramados que não tem proteção UV podem facilmente ressecar por inúmeras razões, que não apenas pela incidência solar. Afinal, o frio também queima o gramado, você sabia disso?

Conte com lojas especializadas para comprar grama sintética adequada para o seu projeto, instale de maneira adequada em cada ambiente (especialmente os externos) e aproveite todos os benefícios desse material!