Publicidade
Política

PT/PB aponta proximidade entre suposto assassino de Marielle e Bolsonaro

O presidente estadual do PT, Jackson Macedo, apontou, através de uma publicação em uma rede social, uma possível proximidade entre o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e um dos PMs presos suspeitos do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Jackson republicou o seguinte tweet:

- Continua depois da publicidade -

https://twitter.com/MeuProfHistoria/status/1105459403497590784?s=19

De acordo com informações, o sargento reformado Ronnie Lessa, suspeito de ser o autor dos disparos contra Marielle, mora no mesmo condomínio do presidente.

“Não quero antecipar nada, mas cabe ao Ministério Público do Rio de Janeiro prosseguir com as investigações. Mas fico imaginando se Adélio Bispo morasse no mesmo condomínio de Lula, o que já não estaria sendo feito contra o ex-presidente. Ou até mesmo fotos que mostrassem relação, ou homenagens a esses militares. O que há é a prisão de dois assassinos, mas que fique claro que não são os mandantes. Precisa saber quem mandou matar Marielle e Anderson”, afirmou Jackson ao Paraíba Já.

O petista ainda declarou que o país vive uma radicalização em diversos setores e que isso dificulta o crescimento da nação.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar