PT descarta aliança com grupo de Cartaxo e reafirma pré-candidatura de Anísio em JP

Documento assinado pela presidente do PT pessoense, entre outras deliberações, decidiu vetar qualquer tipo de aliança política com o grupo do prefeito

A Comissão Executiva Municipal do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa divulgou, neste final de semana, resolução sobre a participação da legenda nas eleições municipais deste ano na capital paraibana.

No documento assinado pela presidente Giucélia Figueiredo, o PT pessoense, entre outras deliberações, decidiu vetar qualquer tipo de aliança política com o grupo do prefeito Luciano Cartaxo (PV).

A resolução do PT diz ainda que a pré-candidatura do deputado estadual Anísio Maia à Prefeitura de João Pessoa é “irreversível”. Confira abaixo na íntegra o teor do documento:

Confira resolução na íntegra

Resolução Política

A Comissão Executiva Municipal do PT, diante de notas e comentários que tem circulado na imprensa da capital nos últimos dias acerca da nossa política de alianças para as eleições em João Pessoa, vem a público se manifestar nos seguintes termos:

Considerando:

Que a candidatura do Deputado Anísio Maia a prefeito é irreversível. Ela foi aprovada pela instância municipal do PT por unanimidade e tem tido grande aceitação junto às bases partidárias e à sociedade pessoense.

Que o PT tem trabalhado no sentido de ampliar o leque de apoio à candidatura de Anísio Maia, conversando com os partidos do campo da esquerda. Estes partidos estiveram, em nível local, juntos na luta contra o golpe parlamentar que levou ao afastamento da Presidenta Dilma Roussef, em apoio à candidatura de Fernando Haddad no 2º. turno e no enfrentamento do governo neoliberal e de extrema-direita de Jair Bolsonaro. Esse é o nosso campo de alianças.

Que o PT municipal faz oposição ao governo Luciano Cartaxo, a exemplo de nossa bancada na Câmara Municipal, que se posicionou contra projetos de caráter antipopular de autoria do prefeito, a exemplo da Reforma da Previdência Municipal, altamente nocivo aos servidores e o PL que modifica a destinação dos recursos do Fundo de Urbanização (FUNDURB), um retrocesso para a urbanização das comunidades periféricas do município. Durante a campanha eleitoral, apresentaremos propostas alternativas e denunciando os descaminhos tomados pela gestão Cartaxo.

Que somos uma opção democrática e de esquerda contra a atual gestão, que durante todo segundo mandato esteve coligada a partidos de direita e personalidades do atraso da política pessoense representados na maioria da Câmara Municipal.

Resolve:

Reafirmar a candidatura do deputado Anísio Maia a prefeito e intensificar a mobilização em torno desta candidatura.

Intensificar os entendimentos com os partidos do campo democrático e popular para coligação eleitoral, visando a unidade do campo e o enfrentamento dos candidatos que representam a gestão municipal, o campo de direita e o bolsonarismo. Avançar na elaboração do programa de governo para João Pessoa em torno das diretrizes que compõem o modo petista de governar.

João Pessoa, 15 de agosto de 2020

Giucélia Figueiredo

Comente