PSTU divulga data de convenção partidária, em João Pessoa

Evento ocorrerá de forma virtual, com a participação dos filiados ao partido na capital paraibana

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) realiza, no próximo sábado (5), a partir das 16h, a convenção municipal que oficializará o lançamento de suas candidaturas à Prefeitura Municipal e Câmara Municipal de João Pessoa. O evento ocorrerá de forma virtual, com a participação dos/as filiados/as ao partido na Capital paraibana.

Na ocasião, o PSTU oficializará os nomes da professora Rama Dantas como a candidata do
partido à PMJP e do professor Lissandro Saraiva (conhecido como Tanque), como o pré-candidato a vice-prefeito da capital. Na mesma oportunidade, o partido disporá o nome do professor e carteiro reintegrado Manoel Vieira como o candidato a vereador à Câmara Municipal de João Pessoa.

Rama Dantas é professora da rede municipal de ensino, negra e militante do partido e dos
movimentos sociais há muito tempo e conhece muito bem as mazelas produzidas pelo capitalismo e o poder opressor sobre os/as trabalhadores/as, especificamente sobre as mulheres; do mesmo modo, Lissandro “Tanque”, chega a esta campanha para expor à classe trabalhadora municipal os graves problemas sociais porque passa não apenas nossa classe, mas também o povo negro das periferias, que sofrem cotidianamente com o racismo de nossa sociedade. Já Manoel Vieira apresentará nesta campanha a visão do partido acerca dos problemas enfrentados ´por nossa classe dentro desta pandemia e o aumento da exploração sofrida por esta.

O PSTU fez o lançamento de suas pré-candidaturas no sábado, 29 de agosto de 2020, onde
expôs um pouco de sua visão acerca da conjuntura nacional, estadual e municipal e, dentro disso, a situação vivida pela classe trabalhadora e como observa o panorama de tudo isso a partir da classe trabalhadora. Esta atividade contou não apenas com pessoas de várias categorias, como também com a presença de nomes nacionais do partido, como o presidente nacional do partido, Zé Maria e do dirigente sindical, Atnágoras Lopes, da CSP Conlutas.

Comente