PSOL solicita providências ao TRE após ataques racistas a pré-candidato

Presidente da legenda ainda relatou que durante o evento de lançamento do nome do vereador também foram divulgados conteúdos pornográficos e elogios a Bolsonaro

O presidente do PSOL, Tárcio Teixeira, nesta terça-feira (8), protocolou uma representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) solicitando providências em relação a supostos ataques racistas sofridos no lançamento da pré-candidatura a vereador de Jonas Epifânio dos santos, mais conhecido como Escurinho, no último domingo (6).

Tárcio ainda relatou que, além dos ataques racistas, durante o evento online também foram divulgados conteúdos pornográficos e elogios ao presidente Jair Bolsonaro.

“Dei entrada com uma representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral, pedindo providências em decorrência a acontecimentos no último domingo, quando a atividade online de lançamento da pré-candidatura de Escurinho a vereador em João Pessoa foi invadida com ataques racistas, publicação de material pornográfico e elogios a Jair Bolsonaro”, explicou.

Escurinho, após o lançamento da sua pré-candidatura, registrou um boletim de ocorrência, para que sejam apurados os fatos. Tárcio culpou a “ultradireita” pelas autorias dos ataques e declarou: “não vão nos calar”.

Veja documentos