Protesto em CG: sindicato acusa lojistas de assédio moral e caso viraliza no Twitter

Campina Grande foi um dos assuntos mais comentados do Twitter, nesta terça-feira (28), após fotos de funcionários do comércio local circularem nas redes sociais, em protesto realizado na segunda-feira (27), pedindo a reabertura das empresas. Os funcionários aparecem ajoelhados, nas calçadas em frente as lojas, sem o distanciamento social orientado por órgãos de saúde.

O assunto entrou no Trending Topics e ficou entre os 22 mais falados do momento.

O Sindicato dos Comerciários de Campina Grande, na Paraíba, denunciou os lojistas de coagirem funcionários a participarem do protesto pela reabertura do comércio. De acordo com decreto municipal, o comércio deve ficar fechado em Campina Grande até o dia 3 de maio, podendo ter o prazo prorrogado.

“Não foram os trabalhadores que convocaram essa manifestação. Eles foram ali porque foram obrigados”, disse José do Nascimento Coelho, presidente do Sindicato dos Comerciários, em entrevista à Rádio Arapuan. Ele reforça que atitudes como essa são assédio moral e irá encaminhar a denúncia ao Ministério Público do Trabalho.

Comente