Prosa Cotidiana: como funciona a ‘engrenagem geral’ do gabinete do ódio na PB e o caso Sara Winter

O tal gabinete do ódio de Bolsonaro saiu do gabinete improvisado do Palácio da Alvorada para ganhar sucursais em estados com governadores adversários do presidente. É o caso da Paraíba. O trabalho frenético dessa entidade anacrônica é palpável e age há alguns meses contra o governador João Azevêdo. Sem dó, nem piedade, debaixo de coronavírus e mortes. Quem explica como funciona o gabinete do ódio aqui na Paraíba é o deputado federal Julian Lemos, dissidente do bolsonarismo, em entrevista ao podcast. Edilane Ferreira debate com Fábio Bernardo e Cógenes Lira também sobre as ameaças da ativista Sara Winter.

Ouça no Anchor:

Ouça no Spotify:

Comente