Progressistas cria coordenação de movimento de mulheres em João Pessoa

O Progressistas acaba de dar mais um passo em suas ações de fortalecimento da presença feminina na política paraibana. A executiva do partido em João Pessoa ganhou uma representação local do Mulheres Progressistas. A administradora Tassiana Farias foi escolhida para coordenar o movimento.

O Mulheres Progressistas já existe na Paraíba, tendo no comando a senadora Daniella Ribeiro. De acordo com Vaulene Rodrigues, presidente do partido na capital, a chegada de uma coordenação específica do movimento na cidade é um importante reforço e surge dentro de um planejamento estratégico.

“Estamos trabalhando com afinco para articular a presença da juventude e das mulheres de forma mais direta na política. Recentemente, lançamos a coordenação jovem do partido na capital e, agora, estamos anunciando a coordenação do Mulheres Progressistas”, explicou.

HISTÓRICO
Filiada à agremiação e pré-candidata para o próximo pleito municipal, Tassiana Farias assume a coordenação trazendo na bagagem um histórico de trabalhos pela sociedade, além do próprio exemplo como gestora. Natural de João Pessoa, ela reside com a família no Alto do Mateus. Por lá, firmou seu próprio negócio e passou a se engajar em trabalhos em busca de melhorias para o bairro.

Em 2019, decidiu ser voluntária do Orçamento Participativo e conselheira do Orçamento Democrático, passando a sugerir, de forma mais efetiva, mudanças para a localidade, e acompanhar de perto o desdobramento das demandas.

“Sempre busquei contribuir com o voluntariado nas tomadas de decisões importantes na saúde, educação, esporte, cultura e lazer do nosso bairro. Minha missão é colaborar com a comunidade, olhar e lutar por aqueles que são menos favorecidos”, disse.

MOVIMENTO
Para Vaulene Rodrigues, a trajetória de Tassiana é inspiradora e a gabarita para estar como coordenadora do Mulheres Progressistas, em João Pessoa. “Ela nasceu na periferia de nossa cidade, conhece a realidade das pessoas e a situação das mulheres que mais precisam de amparo do setor público. Será a porta-voz de muitas outras que ainda estão distanciadas da participação política”, destacou.

Entusiasmada, Tassiana se diz honrada em assumir o movimento. “Amo desafios. E este representa muito para mim. Tenho plena ciência de minha responsabilidade. Reafirmo meu compromisso em dar o meu melhor pelo partido e por nossas mulheres”, concluiu.

Comente