Publicidade
Cotidiano

Professor encontrado morto em canavial na PB foi assassinado por amigo

Lambert Cabral de Oliveira, de 51 anos, foi preso durante depoimento prestado na Central de Polícia Civil, em João Pessoa

O homem suspeito de matar o professor José Alves Dionísio, era muito próximo e fazia parte do ciclo de relação da vítima, segundo o delegado Aldrovilli Grisi. Lambert Cabral de Oliveira, de 51 anos, foi preso durante depoimento prestado na Central de Polícia Civil, em João Pessoa, nesta terça-feira (16).

- Continua depois da publicidade -

De acordo com informações de familiares, o suspeito era amigo da família há mais de 20 anos e o professor era padrinho da filha do acusado. O suspeito também teria trabalhado na na granja da vítima.

O corpo do professor foi encontrado em um canavial no município de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa, no último dia 5 de abril.

A última vez que o professor foi visto e teve contato com parentes e amigos foi às 23h do dia 4 de abril. Parentes e amigos foram intimados para colher informações sobre a vida do professor nos últimos dias.

O delegado Aldrovilli Grisi apontou, na descoberta do corpo, que o crime foi cometido com proximidade entre vítima e homicida, por causa dos golpes de faca. As informações são do ClickPB.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar